Olá , seja bem-vindo.

Notícias

Partido Liberal
Deputado estadual Capitão Assumção (PL-ES)

Proposta liberal propõe política de combate à discriminação a pessoas com deficiência oculta no ES

Espírito Santo – O deputado estadual Capitão Assumção (PL-ES) protocolado na Assembleia Legislativa (PL-ES) protocolou na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei (nº 265/2022º), que instituir no Espírito Santo uma política de combate à discriminação a pessoas com transtornos, síndromes e deficiências ocultas, (aquelas situações que não são fisicamente e visualmente identificáveis, como o autismo).

O objetivo da proposta é estabelecer mecanismos para a efetivação dos direitos desse público com foco no enfrentamento de atos ou omissões não inclusas. De acordo com a medida, a diretriz da política será a atuação cooperativa das entidades e organizações públicas e privadas.

Na justificativa da proposta, o autor argumenta que a inclusão social das pessoas com deficiência faz parte do debate público e que é preciso fornecer tratamento adequado à realidade desse grupo da sociedade, levando-se em consideração as especificidades relativas à saúde deles e as demais peculiaridades.

“Fomentar políticas de combate à discriminação àqueles que atualmente padecem é construir um ambiente de igualdade e respeito, uma vez que são sucessivas as ocorrências negativas, chegando-se ao ponto da não observância de direitos básicos assegurados na Constituição Federal de 1988, violência e exclusão destas pessoas em atividades simples do dia a dia”, explica.

Inclusão

Dentre os objetivos da política estão a colaboração entre os órgãos públicos e privados para a realização de ações educativas junto a essas pessoas; a construção de ambientes saudáveis de comunicação e abordagem; a avaliação da implantação de programas contínuos sobre o tema; o apoio estatal às entidades filantrópicas que atuam na área; e o fomento à organização da sociedade civil para a adoção de práticas que busquem a inclusão.

A Secretaria de Estado de Direitos Humanos (Sedh) poderá firmar convênios com associações e outras instituições representativas do Projeto para apoiar pessoas com deficiência oculta. A sociedade civil organizada auxilia na viabilização de meios necessários para o atendimento da política de combate à discriminação das pessoas com transtornos, síndromes e deficiências ocultas.

Para Assumção, é fundamental que os órgãos públicos e privados sejam municiados com informações cientificamente embasadas para a promoção de ambientes seguros e inclusivos. “Essas pessoas precisam ser cada vez mais aceitas na sociedade, respeitadas as devidas restrições e fatores que dificultem a sua inserção”, conclui.

Em caso de aprovação e sanção da proposta, a nova lei passa a valer 30 dias após a sua publicação em diário oficial. O Poder Executivo poderá regulamentar a legislação no que couber.

Tramitação

A matéria foi lida na sessão ordinária do dia 13 de junho e encaminhada para as comissões de Justiça, Saúde e Finanças.

Fonte: https://www.al.es.gov.br/Noticia/2022/07/43367/projeto-apoia-pessoa-com-deficiencia-oculta.html

Leia mais

Presidente Jair Bolsonaro (PL)

Presidente e primeira-dama, Michelle Bolsonaro participam da cerimônia de promoção de oficiais das Forças Armadas

Deputada federal Carla Zambelli (PL-SP)

PL de Carla Zambelli classifica como falsidade ideológica alteração indevida em banco de dados públicos

Deputado federal Sanderson (PL-RS)

Sanderson defende medidas trabalhistas para socorrer economia de cidades atingidas por enchentes