PL-TV: José Rocha debate

os altos custos das faculdades
particulares do país


Brasília - Os altos preços das mensalidades e as dificuldades de acesso ao financiamento estudantil são as principais reclamações dos pais e dos estudantes de Medicina das faculdades particulares do país. Segundo eles, muitos alunos estão desistindo do sonho de serem médicos por falta de condições financeiras. O problema chegou à Comissão de Educação da Câmara, que fez uma audiência pública na última terça-feira, 19, proposta pelo deputado José Rocha (PL-BA), para tentar uma solução.

O debate se concentrou nas dificuldades dos estudantes de Medicina da região Nordeste. Por isso o representante do Banco do Nordeste, Luiz Sérgio Machado, apresentou detalhes de uma modalidade de financiamento com recursos do Fundo Constitucional do Nordeste em que o aluno paga 35% da mensalidade durante o curso e tem três vezes o tempo da graduação para quitar o resto da dívida, com taxa de juros de 4,8% ao ano.

Durante o debate, os pais dos alunos de Medicina defenderam que o financiamento estudantil aceite, como garantia, um bem da família, como um imóvel. O parlamentar liberal acha que esta é uma boa alternativa, já que não traz riscos para a instituição financeira.

“O pai do aluno estará dando um bem em garantia, até um valor maior do que seria gasto com a formação do aluno e, depois, o pai do aluno faria esse ressarcimento do financiamento ao longo do tempo e talvez o tempo igual àquele que foi o tempo do curso de formação”, ressaltou.

Burocracia

O presidente da Associação de Pais e Estudantes de Medicina da Bahia, Francisco Bacelar, reclamou, no entanto, das barreiras burocráticas para conseguir este e outros tipos de financiamento. Segundo ele, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), apoia estudantes de cursos com mensalidades até R$ 7 mil, enquanto a média cobrada pelas faculdades privadas de Medicina é de R$ 9 mil. Francisco comparou o auxílio financeiro aos futuros médicos a outros financiamentos feitos pelos bancos públicos.

“Se você quiser plantar laranja, cebola, tomate, que depende da natureza, o Banco do Nordeste tem dinheiro. Mas para poder formar um jovem em Medicina, que vai ficar aqui depois, trabalhando no país, principalmente numa região carente como é a nossa...”, comparou Bacelar.

Mudanças no Fies

O representante das faculdades particulares, Solon Caldas, culpou as modificações feitas no Fies a partir de 2015, principalmente a decisão de não financiar mais 100% do valor do curso. A consequência, segundo ele, é que os alunos que mais precisariam dos recursos têm dificuldade de se manterem financeiramente.

“Se o governo não financia 100%, o aluno não tem condições de arcar com a diferença e mais seguro prestamista, e mais taxa de administração da Caixa Econômica Federal e mais manutenção da escola e mais material e mais transporte e por aí vai”, observou.

A representante do Ministério da Educação nas discussões, Lucia Iochida, afirmou que as sugestões de modificação nas regras do Fies serão levadas ao governo federal. Já o representante das faculdades particulares lembrou que alguns projetos em tramitação aqui na Câmara preveem o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) do estudante ou de um familiar mais próximo, como o pai ou a mãe, para o pagamento do financiamento estudantil.



Fonte: Agência Câmara

 




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO
Alvaro Valle

 
   
 
 
 
 
<
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
       
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados

Site e Conteúdos Desenvolvidos, Produzidos e sob Responsabilidade da LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing
Tel.: (61) 3202-9922
SHIN CA 09 Lt. 16 Sala 115 -  Edf. Greeen Hills
Lago Norte - CEP: 71503-509
TV-PR: Tiririca está entre os 10 melhores deputados segundo pesquisa
TV-PL: Líder Liberal rechaça tese do "toma lá dá ca" em entrevista 
Manual de Prestação de Contas do Tribunal Eleitoral
Nova Presidente do PL MUlher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Alvaro Valle
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal VEJA NOSSO FACE
Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram BAIXE O VÍDEO EM WMV
BAIXE O VÍDEO EM MOV
VEJA O VÍDEO NO YOUYUBE BAIXE O VÍDEO EM MP4 BAIXE O VÍDEO EM MOV BAIXE O VÍDEO EM FLV